Mercado prevê maior expansão do PIB em 2017 e 2018

O mercado financeiro segue ampliando as projeções para o crescimento da economia brasileira, enquanto mantém relativamente estáveis as apostas para a inflação e para a taxa básica de juros. Segundo o boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central (BC), os analistas ampliaram de 0,70% para 0,72% a previsão para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. Há quatro semanas, a estimativa era 0,12 ponto percentual mais baixa. Para 2018, os economistas aumentaram pela sexta semana consecutiva a projeção, de 2,43% para 2,50% de crescimento.


 

No caso da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, as instituições novamente promoveram ajustes. Depois de uma ligeira alta, a mediana de previsões para o IPCA nos próximos 12 meses voltou a cair, passando de 4,01% para 4% de aumento. Já para a alta do IPCA em 2017, a aposta saiu  de 2,98% para 3%. Há quatro semanas, o mercado previa avanço de 3,08%. Para 2018, a estimativa para o IPCA foi preservada em 4,02% de elevação.

 

 

Os economistas também mantiveram inalterada a previsão para a Selic, para a qual estimam 7% no fim de 2017 e de 2018. Atualmente, a taxa está em 8,25% ao ano.

 

 

Para o câmbio, as instituições consultadas para o Focus ajustaram de R$ 3,16 para R$ 3,15 por dólar a previsão para o fim deste ano, enquanto mantiveram em R$ 3,30 a estimativa para o fim de 2018.

 

 

Fonte: Valor Econômico