Preço da energia cai 7% no mercado à vista, diz CCEE

O Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o período entre 16 e 22 de fevereiro caiu 7% nos submercados Sudeste/Centro-Oeste e Sul ao ser fixado em R$ 472,96/MWh, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).  No Nordeste, o preço também foi reduzido, ficando em R$ 164,36/MWh, enquanto no Norte, voltou ao piso de R$ 42,35/MWh.

 

Segundo a CCEE, a queda no PLD é explicada pela previsão mais otimista de afluências, verificação de níveis de armazenamento dos reservatórios mais altos que os estimados e pela expectativa de redução na carga. A previsão de Energias Naturais Afluentes (ENAs) para o Sistema Interligado Nacional (SIN) foi revista de 57% para 60% da média histórica com índices em 64% no Sudeste, 64% no Sul, 21% no Nordeste e em 72% da média histórica no Norte.

 

Para a próxima semana, a carga esperada deve ficar cerca de 1.080 MW médios mais baixa, com redução prevista no Sudeste (-1.190 MW médios) e elevação nos demais submercados: Sul (+10 MW médios), Nordeste (+5 MW médios) e Norte (+95 MW médios).

 

Já os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de 740 MW médios superiores à estimativa anterior. A elevação foi observada no Nordeste (+260 MW médios) e no Norte (+680 MW médios). No Sul, os níveis estão cerca de 200 MW médios mais baixos, enquanto permanecem inalterados no Sudeste.

 

O fator de ajuste do Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) para fevereiro foi revisto de 152,5% para 151,7%. O Encargo de Serviço de Sistema (ESS) esperado para o período é de R$ 166 milhões, sendo R$ 23 milhões referentes à restrição operativa, R$ 126 milhões referentes à reserva operativa de potência e R$ 16 milhões à segurança energética, previsão que pode variar em razão da atual conjuntura.

 

 

Fonte: ABRAPCH - 18/02/2019