Hidrelétricas geraram bem mais do que sua participação.Eólicas em segundo lugar na geração do Brasil

INFORMAÇÕES GERENCIAIS DE ANEEL DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2019 MOSTRARAM QUE AS HIDRELÉTRICAS FORNECERAM 119.231.592 MWH ( MEGAWATTS-HORA ) ATÉ O PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2019, OU SEJA MAIS DE 80,4% DO TOTAL, EMBORA SUA CAPACIDADE TOTAL INSTALADA SEJA HOJE DE 60,7% DO TOTAL.


Apesar da intensa propaganda midiática comercial de outras soluções nestes últimos anos, a energia elétrica de fonte hidráulica é, de longe, aquela que mais fornece energia para os consumidores brasileiros. 


Ela foi responsável por ter-nos fornecido 119.231.592 MWh ( megawatts-hora ) até o primeiro trimestre de 2019, ou seja mais de 80,4% do total, embora sua capacidade total instalada ( veja no segundo gráfico-pizza abaixo ) seja hoje de 60,7% do total.


Ou seja: as hidrelétricas geraram muito mais, proporcionalmente à sua capacidade instalada!

 

Conhece uma área com potencial hidrelétrico, usina antiga desativada e gostaria de investir interessado nessa área? Saiba aqui por onde começar!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em segundo lugar, infelizmente, ficou a energia de fonte termoelétrica fóssil, que gerou 19.130.442 MWh ou 12,9% do total gerado.


Infelizmente ( e não se entende por qual razão, levando em conta o princípio da transparência ) , a ANEEL preferiu não mostrar quanto produziram, EM SEPARADO, mas apenas juntas, as fontes eólica ( que figura em segundo lugar em capacidade instalada com 14.890 MW, equivalentes a 8,7% do total) e a fotovoltaica ( que tem menos de 2.100 MW, ou menos de 1,3% da capacidade instalada ).

 

 

CAPACIDADE INSTALADA POR FONTE DE ENERGIA NO BRASIL


É preciso não confundir capacidade instalada com geração efetiva. As hidrelétricas, como vimos acima, não são apenas as campeãs brasileiras de geração, mas também, como vemos abaixo, na potência instalada por fonte.

 

Conhece uma área com potencial hidrelétrico, usina antiga desativada e gostaria de investir interessado nessa área? 

Saiba aqui por onde começar!

 


UM BRASIL SEM HIDRELÉTRICAS. VOCÊ JÁ PENSOU NISSO?

 

Tal como acontece com os fabricantes de automóveis, eletrodomésticos e alimentos, os produtores de energia travam uma forte concorrência entre si por esse mercado de 46 bilhões anuais.


Assim, a ética e o compromisso com a verdade muitas vezes são esquecidos no duro combate midiático movido contra o “combustível água” pelos fabricantes de combustíveis a base de hidrocarbonetos fósseis, o petróleo.


Afinal, esses produtores de combustíveis fósseis para geração termoelétrica precisam lutar contra uma verdade muito incomoda para o seu produto: a energia elétrica gerada com eles é cerca de 10 vezes mais cara do que a mesma quantidade de energia gerada por agua caindo de uma altura. Usando a foça gratuita da GRAVIDADE TERRESTRE.


Sem falar nos inúmeros problemas ambientais, de segurança e econômicos que trazem aos países.  Por isso, para aparecerem “melhor na foto”, nos últimos 30 anos, as empresas produtoras de petróleo passaram a financiar organizações não-governamentais especializadas em combater, com muito dinheiro e espaço midiático disponível, às hidrelétricas.


Mas você já imaginou como seria a cor dos nossos céus, se a energia fosse gerada exclusivamente por carvão, óleo diesel e gás?


Já imaginou como seriam os nossos indicadores de saúde pulmonar e cardíaca?


Já imaginou se não existissem as hidrelétricas e toda energia elétrica fosse gerada com combustíveis fósseis caros, poluentes e importados?


Bem mais difícil  não?

 

Conhece uma área com potencial hidrelétrico, usina antiga desativada e gostaria de investir interessado nessa área?

Saiba aqui por onde começar!

 

HIDRELÉTRICAS – UM “BANCO DE ESTOCAR ENERGIA RENOVÁVEL”


A geração hidrelétrica é essencial ao meio ambiente de qualquer país e é uma grande vantagem competitiva do Brasil porque ela pode ser armazenada em reservatórios, colocando em linha as outras energias renováveis quando elas puderem assumir mais carga. Ou seja, as hidrelétricas tornam viáveis às outras “irmãs” renováveis por funcionar como verdadeiras pilhas ou baterias naturais. E gratuitas pois já foram formadas junto com a obra de geração.


Estes reservatórios além de servir para gerar energia elétrica são verdadeiros lagos, muitas vezes navegáveis, formando gigantescos depósitos de água doce, algo que tanta falta faz ao mundo e que pode ser usado de muitas formas ( link ABRAPCH) como irrigação, fruticultura, piscicultura, lazer, turismo, etc.


Graças às hidrelétricas, quando uma usina de energia renovável de outra fonte,   ( como por exemplo, a eólica ou a solar fotovoltaica ) estiver gerando o seu máximo, as usinas hidrelétricas podem reduzir a vazão de água que estão turbinando e assim acumular energia que será essencial  à noite, quando o Sol tiver ido  embora e estiver lá longe, iluminando a China e o Japão, até a madrugada do dia seguinte.


Por tudo isso, pensar que as hidrelétricas “são coisa do passado” é um grande e lamentável engano, cometido apenas porque não a maioria considera que, se não existem anúncios de “hidrelétricas residenciais” nos sites de compra e venda da internet, isso não deve ser um bom investimento...


Elas na verdade são essenciais ao nosso modo de vida, funcionando como verdadeiros “bancos de energia”, como “baterias recarregáveis com a chuva”, permitindo que todas as demais fontes renováveis produzam o quanto puderem, sem medo de perder ou não aproveitar nenhum MWh que não possa ser armazenado em seus reservatórios.


Assim, as hidrelétricas funcionam para o Sistema elétrico exatamente como os bancos funcionam para o Sistema Financeiro e para a Economia de um país: servem para guardar energia como os bancos servem para guardar o dinheiro.


Já imaginou se não existissem os bancos? 


Como iriamos guardar o dinheiro e fazer as transações financeiras? Faça a analogia com as hidrelétricas e pense bem: elas estão “ultrapassadas”, são coisa velha? Ou sustentam o progresso do Brasil, há décadas?

 

Veja aqui as vantagens das hidrelétricas ao MEIO AMBIENTE e às POPULAÇÕES LOCAIS, ESTADOS E MUNICÍPIOS ( link texto da ABRAPCH
 


Conhece uma área com potencial hidrelétrico, usina antiga desativada e gostaria de investir nesse mercado e não apenas “instalar uma placa solar em cima de seu telhado para “resolver o problema da sua casa”? 


Saiba aqui por onde começar!

 

VEJA AQUI INFORMAÇÕES GERENCIAIS DE ANEEL DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2019